Março Mulher

by angolanasnaturais2011

377757_347422545366183_1794432309_n

O mês de Março é celebrado como o Mês da Mulher, ou como dizem em Inglês “Women’s History Month”. Tive a oportunidade de assistir no final do mês de Fevereiro um documentário sobre a história do Movimento das Mulheres/Feminista nos Estados Unidos no canal de televisão PBS (muito bom! recomendo!).

Para quem esta nos Estados Unidos, pode ter acesso ao documentário completo no website da PBS http://video.pbs.org/video/2336932877.

Inspirada pelo documentário, decidi saber o que pensam as “Hairmanas” na pagina das Angolanas Naturais e Amigos, fazendo a seguinte pergunta: “Cadé as mulheres que fazem Angola?”

Recebi a resposta seguinte da minha “Voz da Razão” pessoal, Neusa da Costa:

“Cadé as mulheres que fazem Angola?… boa pergunta Luziela.

Elas estão a tua volta. Elas estão aqui irmã. Elas são aquelas senhoras que lutaram, ou que de alguma forma contribuiram para a independecia do nosso pais. Elas estão neste momento a acordar para mais um dia de serviço, elas são professoras, zungueiras, kinguilas, elas são empresarias, secretarias, ministras, advogadas…. e elas estão aqui neste grupo também. Estão aqui a participarem do nosso movimento ou revolução sobre o conceito da nossa beleza. Elas são a Hindhyra, a Ana dos Santos que participaram no movimento de luta contra a violência domestica a poucos dias. Elas são tu tb Luziela… a grande Luziela.

Nenhum movimento começa grande. Toda grande maratona começa com apenas um primeiro passo. Quando estas mulheres neste video começaram a gritar chega, as vozes delas mal eram ouvidas. Umas poucas assanhadas e corajosas lhes prestavam atenção. Quando elas comecaram elas não tinham ideia que elas iriam influenciar a vida de todas as gerações seguintes. Elas simplesmente tiveram a coragem de dizer chega, basta, enough. Hoje em dia estamos a assistir os pequenos primeiros passos que elas deram como grandes marcos da historia…. tal como eu tenho a certeza que daqui a muitos anos os nossos filhos vão se lembrar de um tal grupo chamado ANA, de umas mulheres “despenteadas” que fizeram historia, porque uma mulher chamada Luziela teve a coragem de dizer CHEGA….

Nos estamos a fazer historia. Agora simplesmente precisamos de fazer as nossas vozes serem ouvidas tb noutras areas… areas como a luta contra a violência domestica, ensinar as nossas jovens o valor delas como mulher, que elas não são só corpo, que elas não precisam de viver uma sexualidade reprimida, que elas não precisam de ter uma marido para se sentirem realizadas… que elas têm valor e são perfeitas sendo elas magras, gordas, baixas, altas, albinas, viroscas, com celulite ou com ruga. Somos todas diferentes e bonitas do nosso jeito. Ainda temos uma grande caminhada, mas eu acho que estamos no caminho certo. Olha para atraz e pensa so comigo como as nossas mães pensavam e foram educadas. Nos viemos de muito longe irmã. E só para finalizar… eu sou bue tua fa.”

Homenagem muito merecida a Neusa da Costa, em particular, e a todas as mulheres, que como a Neusa e eu, têm a coragem de não só serem membro, mas também participar activamente em tudo que o Grupo Angolanas Naturais e Amigos tenta alcançar em Angola e no mundo, de forma muito discreta, mas como disse a Neusa, e repito: eu tenho a certeza que daqui a muitos anos os nossos filhos vão se lembrar de um tal grupo chamado ANA, de umas mulheres “despenteadas” que fizeram historia…”

399676_10151212984526007_1562004643_n

Luziela (Photo credits: Hindhyra Mateta)